DEVEMOS UTILIZAR A TECNOLOGIA SEM PERDER O FOCO NO FATOR HUMANO

Estamos disponibilizando um trecho da entrevista que a nossa Sócia Diretora Alessandra Costa foi convidada pelo Portal IT4CIO. Disponibilizamos um trecho, confira:

O desenvolvimento da tecnologia e o impacto de habilidades humanas motivam reflexões sobre o mundo corporativo

As reflexões em torno do que empresas e profissionais responsáveis pelo recrutamento de candidatos devem valorizar na hora de seleção de profissionais provoca debates sobre o futuro e as formas de contratação. À medida que o desenvolvimento da tecnologia e da ciência aponta para uma transformação nos formatos de trabalho, o ambiente também suscita mudanças: Quais skills são essenciais e o que as empresas têm levado em consideração?

O currículo ainda é a porta de entrada do que os profissionais consideram como “primeiro passo” na hora de candidatar-se para uma vaga. Ter um portfólio, com bases técnicas e especializadas pode ajudar. Porém, estudos recentes mostram que um conjunto de habilidades profissionais, seja de relacionamento ou ética na profissão podem ser cruciais na hora da seleção.

“Match” e os processos de triagem

Segundo um estudo da plataforma online de recrutamento, Catho, chega a 30% o índice de recrutadores que demoram de 6 a 10 segundos para descartar ou manter um currículo para determinada vaga. A primeira triagem é rápida, e a falta de requisitos básicos como contato telefônico ou de e-mail, são um dos principais motivos para o descarte.

Quer continuar lendo a matéria?

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *